Adiada Enchete by Mia Couto


Velha, não.
Entardecida, talvez.
Antiga, sim.

Tornei-me antiga
porque  a vida,
tantas vezes,
se demorou.

E eu a esperei
como um rio
aguarda a cheia.


Mia Couto
(1955)


2 comentários:

  1. não sei o que é mais lindo.Se a magia das palavras,se o encanto da imagens.Fascinada!!

    ResponderExcluir