Chuva by Caio Fernando Abreu

Tenho um amor fresco
e com gosto de chuva,
raios e urgências.

Tenho um amor que me veio pronto,
assim, água que caiu de repente,
nuvem que não passa.

Me escorrem desejos pelo rosto,
pelo corpo.
Um amor susto.
Um amor raio trovão fazendo barulho.
Me bagunça.

E chove em mim todos os dias.



(Caio Fernando Abreu)



4 comentários:

  1. que lindo seus poemas, amei de verdade! já estou seguindo e voltarei mais vezes!

    ResponderExcluir
  2. adoro Caio....

    lindo blog...perfeita escolha...


    meu carinho...

    Zil

    ResponderExcluir
  3. Oi Hayde! Também adoro os poemas do Caio F. Abreu! Conheço um verso que diz: "Nosso amor é como a chuva fina, que cai suave mas transborda o rio." (é um provérbio africano)- O amor pode ser calmaria ou tempestade!!!!!

    Obrigado por estar acompanhando meu Conto: Haziel. Acabei de postar a terceira parte, passa lá e me diz o que esta achando. Em breve meu cantinho estará completando 01 ano,além de uma mudança completa no visual, farei uma surpresa para os amigos do blog. Aguarde!!!!!!!
    Adoro suas visitas...
    Beijinhos carinhosos, bye!
    Anita do diarios-do-anjo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Amei o visual novo do blog!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir